segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Me Permiti



E eu juro que tentei avisar, tentei convencê-lo de que essa junção ia ser meio maluca, talvez turbulenta. Mas ele disse que comigo tudo era ainda mais claro, como se eu fosse a ponte para ele buscar - e achar - a paz interior.
Acho que foi nesse momento que eu finalmente me encontrei, entendi que ele era a resposta de todas as minhas perguntas. E me permiti.

Nenhum comentário:

Postar um comentário