quinta-feira, 27 de junho de 2013




"Você foi como um dilúvio de amor, arrancando do meu peito uma dor e no lugar daquela cicatriz marcou, as cenas lindas que o tempo já notou.
Você é minha tempestade do bem, trazendo chuva ao meu deserto, me fazendo alguém.
Amada simplesmente pelo que sou, ontem namorada, noiva, agora sua mulher..."

Nenhum comentário:

Postar um comentário