quarta-feira, 27 de junho de 2012


"Vai me ignorar? Fingir que eu não existo? Tudo bem, sem problemas...
Mas, espero do fundo da alma, que você morra de saudades de mim..."

Nenhum comentário:

Postar um comentário