sábado, 25 de fevereiro de 2012


"Às vezes eu só tenho vontade de me esconder, me esconder das responsabilidades, trabalho, das escolhas, das pessoas. Posso até parecer estranha, mas ás vezes eu tenho vontade de ficar só eu no meu mundo. Não ouvir o nome nem as histórias de alguém que eu não queria saber, não ter que ver algum rosto que eu tenha evitado, não ter que fazer algo que eu não quero, mas que eu devo fazer. Sinto falta de quando tudo parecia tão fácil, tão sem pressão, tão de brincadeira."

Um comentário:

  1. Where The Streets Have No Name (Onde As Ruas Não Tem Nome) - U2


    Eu quero correr, eu quero esconder,
    Eu quero derrubar as paredes,
    Que me seguram por dentro,
    Eu quero alcançar
    E tocar na chama,
    Onde as ruas não têm nome.

    Eu quero sentir a luz do sol no meu rosto
    Eu vejo a nuvem de poeira
    Desaparecer sem deixar pista,
    Eu quero me abrigar,
    Da chuva ácida,
    Onde as ruas não têm nome

    Onde as ruas não têm nome
    Onde as ruas não têm nome
    Nós ainda estamos construindo e queimando amor,
    Queimando amor, E quando eu vou lá,
    Eu vou lá com você. (Isso é tudo o que eu posso fazer)

    A cidade está inundada, e nosso amor se enferruja,
    Nós fomos malhados e assoprados pelo vento,
    Esmagados em poeira,
    Eu te mostrarei um lugar,
    Acima das planícies desérticas,
    Onde as ruas não têm nome

    Onde as ruas não têm nome
    Onde as ruas não têm nome
    Nós ainda estamos construindo e queimando amor,
    Queimando amor, E quando eu vou lá,
    Eu vou lá com você.(Isso é tudo o que eu posso fazer)

    Nosso amor se transforma em ferrugem
    Nós fomos malhados e assoprados pelo vento
    Soprada pelo vento, oh, e eu vejo o nosso amor
    Vejo nosso amor se transformar em ferrugem

    Oh, Nós fomos malhados e assoprados pelo vento
    assoprados pelo vento
    Eu vou lá com você.
    (Isso é tudo o que eu posso fazer)

    ResponderExcluir