quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Vanilda Bordieri_ O Rei e o Plebeu


Eu que estava assentado à beira de uma estrada.
Para o meu fim não, não faltava nada.
Que surpresa quando o Rei, fez-se amigo do plebeu.
Me levou consigo ao palácio real,
Me deu novas vestes, um anel sem igual.
- Te assenta à minha mesa! foi o que ouvi.
Comi do banquete que o próprio Rei fez pra mim.
E quanto mais tempo eu passo com o meu Rei
Mais fascinado por Ele fico, eu sei.
Sei que os nobres, com os nobres estão
Mas este nobre Rei me amou de coração.
Eu não tenho explicação, mas eterna gratidão
Pois o Rei fez-se amigo do plebeu.

*Obrigada Jesus, por me amar de maneira tão única.
Como esse louvor me emociona... Te amo com todo meu ser!!!
Teu amor  preenche tudo que um dia foi vazio dentro de mim... :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário