terça-feira, 19 de julho de 2011


Se...
Se te amo...e te desamo
Me afasto, mas te chamo
Se me cansas ...entenda, sou de momentos
Vem ser meu repouso, em meus tormentos
Que te perdôo...mas já te esqueço
Depois de tudo..só em teu abraço é que me aqueço
Faço guerra pra ter tua paz
Já não quero nada..mas você faz
Sei que aqui..e ali... assim ... te faço sofrer

Mas tem noites em que não ter tua voz..

Tambem me faz morrer

Preciso do escuro..pra te ver ..meu Paraíso

Me reconhecer...em teu sorriso
Não sei se quero... se te deixo, ou te espero
Se me afasto, se fracasso
Sei que o que sinto, nem a mim mostro
Se te gósto...te desgosto
Meu eu instável, vulnerável
Não decide , não divide
Não começa..nem termina...não Hoje...
Marisa

Nenhum comentário:

Postar um comentário