quinta-feira, 3 de março de 2011

....

Sou observadora, estou sempre analizando tudo que acontece a minha volta.
A realidade é quase nunca como nos filmes e poesias.
No final, eu sempre me pego perguntando: Não agi de maneira correta, fui timida demais, não falei o que verdadeiramente penso, as palavras saíram de um modo muito desajeitado, meu cabelo estava todo desarrumado.
Eu tento encontrar esses momentos perfeitos. Mas eles nunca estão lá.
Pelo menos não da maneira como eu imaginava eles.

Então, muitas vezes é melhor decidir não se importar. Mas isso nunca dura, sabe? Porque o problema é, EU LIGO ... e eu tento ser, tão dura quanto eu puder, invencível e sangue frio. Mas não é minha natureza.
Eu sou idealista, romântica infantil.
E por mais que eu tente não consigo e não posso ser irresponsável.

Não sou explícita sobre meus sentimentos a todos.

Sou aquela que não olha pro lado, mas sabe que esta lá.
Aquela que pensa mais nos outros do que em si mesma...

Aquela que sabe exatamente o que está errado e não procura consertar.

Sou aquela que escreve, que sente, que ri, chora, sofre e ama.

A que está sempre presente, mas nunca a protagonista.

Me falta coragem, me falta encanto... Me falta força...

Nenhum comentário:

Postar um comentário